Em 1984, havia um bar na estrada que levava às praias de Ferradurinha e Geribá. Um dia, os filhos do Sr. Sebastião (dono deste bar) observaram que o fluxo de carros e turistas nesta via era expressivo. Decidiram então montar um pequeno restaurante.

Um dos dois filhos de Sebastião trabalhava em uma loja de doces, que por sinal era muito famosa em Búzios naquela época. O nome, Torrão de Açúcar, cuja dona se chamava Elha.

Ainda inexperiente, a família do Sr. Sebastião não sabiam qual o nome pôr no restaurante. À procura pelo nome mobilizou muitos amigos da família na Região dos Lagos.

Surgiu então a idéia de Elcilei, um dos filhos do Sr. Sebastião, de usar a palavra Torrão para aproveitar o sucesso deste nome na época e, também, aproveitar a popularidade que tinha a Dona Elha. Pelos deliciosos doces que fazia, todos a conheciam. A idéia inicial do nome do restaurante estava formada: Torrelha.

Porém, para não dar a impressão de torradas ou grelha, surgiu uma idéia de um homem que também trabalhava no estabelecimento de doces. Edson era o nome dele.

Para ele, elaborar um nome de um estabelecimento exigia muito mais do que associar os nomes do Torrão de Açúcar e Elha. Teria também de ser um nome gostoso de se dizer, suave: Torrely.